Conecte-se agora

Mundo

Marcelo Rebelo de Sousa visitou o Bairro da Jamaica sem aviso prévio

O Presidente da República portuguesa prometeu regressar ao bairro do Seixal para participar na próxima festa da associação de moradores

Avatar

Publicados

on

marcelo rebelo de sousa visitou o bairro da jamaica sem aviso prévio - Marcelo na Jamaica - Marcelo Rebelo de Sousa visitou o Bairro da Jamaica sem aviso prévio

Marcelo Rebelo de Sousa visitou esta segunda-feira, ao final da manhã, o bairro Jamaica, no Seixal, sem anúncio prévio, e aceitou o convite para estar presente na próxima festa da associação de moradores.

Esta visita, que não constava da agenda do chefe de Estado transmitida à comunicação social, foi divulgada posteriormente, através de uma nota na página da Presidência da República.

Marcelo Rebelo de Sousa visitou hoje “ao fim da manhã” este bairro no Seixal, no distrito de Setúbal, “tendo estado com dirigentes da associação de moradores e visitado o centro comunitário, onde conviveu com moradores de diversas idades”, lê-se no texto.

Segundo a nota, composta por dois parágrafos, “o Presidente da República aceitou o convite para estar presente na próxima festa da associação”.

A visita do chefe de Estado acontece 15 dias depois de se terem registado incidentes com a polícia neste bairro, no dia 20 de janeiro, que levaram à abertura de um inquérito pelo Ministério Público.

Em entrevista à agência Lusa, divulgada no dia 25 de janeiro, Marcelo Rebelo de Sousa admitiu a possibilidade de “mais dia menos dia” ir ao bairro Jamaica.

“Não é uma impossibilidade lá ir mais dia menos dia, como tenho estado em inúmeros bairros na Área Metropolitana de Lisboa e do Porto”, afirmou o chefe de Estado, na altura.

O Presidente da República defendeu que não se deve generalizar “factos singulares que merecem investigação e responsabilização, nomeadamente criminal”, e argumentou que “radicalismo atrai radicalismo”.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) abriu um inquérito interno sobre a “intervenção policial, e todas as circunstâncias que a rodearam”, ocorrida no dia 20 de janeiro em Vale de Chícharos, também conhecido como bairro Jamaica.

O caso tornou-se público devido a um vídeo que circulou nas redes sociais e levou a um protesto contra a violência policial, no dia seguinte, em frente ao Ministério da Administração Interna, em Lisboa.

Nessa ocasião, registaram-se incidentes com a PSP, que relatou ter havido apedrejamento de agentes policiais por parte de manifestantes já na Avenida da Liberdade e admitiu ter recorrido a disparos de balas de borracha.

O bairro Jamaica começou a formar-se na década de 90 e tem-se mantido sem condições de habitabilidade, com edifícios inacabados a servir de casa.

Recentemente, no final de 2017, foi assinado um acordo para realojamento de 234 famílias, numa parceria entre o Governo e a Câmara Municipal do Seixal.

O primeiro-ministro, António Costa, visitou o bairro Jamaica no dia 21 de dezembro de 2018, após ter ficado concluída a primeira fase de realojamento de moradores, que abrangeu 64 famílias.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (14)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (220)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (12)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (12)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (12)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (57)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD