Connect with us

Politica

“Mão invisivel” leva Guerreiro ao Hospital

Published

on

José Guerreiro, até então Presidente do Conselho de Admnistração (PCA) da Televisão Pública Angola (TPA) foi parar ao Hospital com uma subida de tensão arterial, depois de ter sido exonerado do dia para noite.

Guerreiro, assim como a maioria dos telespectadores, ficou surpreendido com a notícia.

Fontes deste site, normalmente bem informadas, avançam que José Guerreiro foi “derrubado” pelo todo poderoso “homem do Presidente”.

“A ordem partiu de cima”, atira a fonte.

Luís Fernando, assessor de Comunicação do Presidente da República “exonerou o mais velho Guerreiro”.

À ordem não não passou sequer pelo ministério, o que fez balançar as relações, entre João Melo, actual ministro do órgão e o assessor do Presidente.

“João Melo ponderou mesmo deixar o cargo, porque foi desautorizado”, conta a fonte do Correio da Kianda.

O homem que durante muitos anos se dedicou a publicidade, esteve internado por dois dias.

Colunistas