Connect with us

Partidos Politicos

Makuta Nkondo aguarda com “os dois pés firmes” notificação da DNIAP para responder queixa-crime da APN

Published

on

O partido político Aliança Patriótica Nacional (APN), deu entrada nesta segunda-feira, 30, uma queixa-crime de “injuria e calunia” contra o polêmico deputado Makuta Nkondo, na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) depois de ter acusado a formação política liderada por Quintino António de Moreira, de estar ao serviço do partido no poder (MPLA).

No acto da formalização da queixa, o Secretário-Geral da APN, Pedro Vita,  diz esperar que se faz justiça, porque o parlamentar teve uma atitude de um político de circulo de “palhaço” e que a sua intenção em acusar a APN visa somente querer ganhar protagonismo em nome da agremiação política e do seu líder.




Em reação a queixa-crime, o Correio da Kianda ouviu nesta terça-feira, 31, o deputado Makuta Nkondo que informou ter tomado conhecimento do processo e diz estar expectante, aguardando apenas a notificação do DNIAP para responder.

Quanto a sua posição tornada público sobre a APN, o parlamentar diz não mudar nada e que continua com a mesma posição e promete encarar a direção deste partido em tribunal ou no outro órgão.

De realçar que a decisão da APN em formalizar um processo contra o também jornalista Makuta Nkondo, foi extraída no último congresso realizado no mês de Abril deste ano, pelos congressistas. Na ocasião Pedro Vita diz que a APN deu uma moratória para que o parlamentar ligado a CASA-CE, fizesse um pedido de desculpas públicas, para que o seu partido desistisse do processo, o que de acordo com a fonte não aconteceu.