Connect with us

Sociedade

Manifestação de 11 Novembro leva activista à julgamento sumário na Huíla

Published

on

O último sábado, 07,  foi marcado por detenções de activistas que trabalham nos preparativos da manifestação, convocada à nível nacional para 11 de Novembro. De acordo com informações chegadas à nossa redacção, foram detidos um total de oito jovens residentes na cidade do Lubango, capital da província da Huíla.

Entretanto, dos oito activistas detidos, sete já se encontram em liberdade, desde domingo. Mensageiro Andrade, tido como o principal rosto da organização da manifestação do dia 11, será julgado sumariamente pelo Tribunal Provincial da Huíla, acusado do crime de injúria contra a autoridade pública.

A detenção efectuada pelos efectivos da Polícia Nacional, afectos ao Comando Provincial da Polícia Nacional na Huíla, acorreu na via pública, no Lubango.

O órgão, através de uma nota de esclarecimento a que o Correio da Kianda teve acesso, justifica a detenção como inserida no âmbito da fiscalização do cumprimento do Decreto Presidencial n°276/20, que proíbe ajuntamento de mais de cinco pessoas na via pública.

No mesmo dia também, segundo a nota, 48 cidadãos que se encontravam em violação do referido decreto foram detidos.