Connect with us

Sociedade

Malanje: SIC detém médicos sul coreanos por suposto aborto clandestino

Published

on

Três médicos sul coreanos foram detidos, quinta-feira, na cidade de Malanje, em flagrante delito pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), quando supostamente realizavam um aborto clandestino que envolveu uma jovem de 18 anos de idade com três meses de gestação.

De acordo com o porta-voz do SIC, Lindo Ngola, entre os detidos que alegadamente realizavam o aborto numa residência, está a esposa de um dos médicos.

Fez saber que dos três médicos indiciados, que terão cobrado a quantia de 35 mil kwanzas, um é funcionário no Hospital Regional e dois trabalham nos Hospitais Municipais do Quela e de Kiwaba Nzoji.

Lindo Ngola disse que a detenção dos memos foi fruto de um trabalho de inteligência, tendo exortado aos cidadãos a evitarem interromper gravidezes por se tratar de um crime previsto e punível por Lei.

“A lei angolana protege a vida intra-uterina, cuja população deve denunciar este tipo de acto, com vista a se evitar situações do genéro”, frisou.

Explicou que os implicados vão responder criminalmente.

Na ocasião, a vítima explicou que é a primeira vez que aborta e que foi induzida a cometer o crime pelo namorado casado, que não queria sustentar o futuro bebé.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *