Connect with us

Politica

Malanje: Marcos Nhunga reprova qualidade das obras do PIIM no Quela

Published

on

O governador da Província de Malanje, Marcos Alexandre Nhunga, se mostrou “irritado” com a má qualidades das obras inseridas no âmbito do PIIM, no município do Quela, na província de Malanje.

O governante não gostou do material que estão a ser utilizados em algumas obras naquele município. Para além da má qualidade dos projectos, Marcos Mhunga está também preocupado com o não cumprimento dos prazos de entrega dos projectos nos prazos contratuais.

O governador fez saber que “vai chamar a razão dos empreiteiros responsáveis das obras para que haja mudança das coisas”.

De acordo com a imprensa local, a maior preocupação do governante, recai na escola de 12 salas de aulas com a capacidade de mais de 800 alunos. Segundo o administrador adjunto para área técnica do Quela, Domingos do Rosário, os materiais que estão a ser usados na obra, que teve início no ano de 2020, não apresenta a qualidade que se esperava, olhando para o valor do preço da obra.

Nas mesmas condições, está a futura sede autárquica, que apresenta má qualidade, tendo apresentado “enorme quantidade de argila, que poderá provocar o desabamento da obra”.

O governador de Malanje, falando à imprensa no final da visita às obras do PIIM, no município do Quela, reprovou a qualidade das obras, assegurando que vai reunir com as empresas para mudar o rumo das obras.

“Podemos mudar a qualidade dos trabalhos, porque o governo paga e os empreiteiros tem que cumprir com as suas obrigações”, reforçou.

Colunistas