Connect with us

Lifestyle

Mais de sete mil turistas visitaram Centro Histórico de Mbanza Kongo em 2023

Published

on

Um total de 7519 turistas, entre nacionais e estrangeiros, visitaram o Centro Histórico de Mbanza Kongo, no Zaire, elevado a Património Mundial da Humanidade, em Julho de 2017, verificando-se um aumento de 2463 em relação ao ano de 2022.

A informação foi avançada pelo responsável do Museu do Reino do Kongo, Kediamosiko Toko, tendo especificado que deste número de turistas, 248 (+116) são cidadãos estrangeiros provenientes dos Estados Unidos da América, Brasil, Portugal e República Democrática do Congo (RDC).

Durante o período em análise, o centro histórico registou a presença de 7271 (+2.215) excursionistas nacionais visitantes, oriundos de diferentes pontos do país, sendo as ruínas do Kulumbimbi, o Museu do Reino do Kongo, a árvore secular Yala Nkuwu e o Tady dya Bukikwa, os principais monumentos e sítios históricos visitados.

“O aumento do número de turistas nacionais e estrangeiros ao Centro Histórico de Mbanza Kongo se deveu, fundamentalmente, à parceria estabelecida com oito agências de turismo sediadas na capital do país, Luanda”, referiu.

O Museu do Reino do Kongo expõe, nas suas galerias, 92 peças que retratam aspectos históricos, geográficos e políticos do espaço Kongo, assim como a sua forma de organização social e económica.