Connect with us

Sociedade

Mais de quatro mil pessoas sofrem de anemia falciforme em Cabinda

Published

on

Um estudo realizado recentemente em Cabinda, determinou que mais de 400 mil pessoas na província sofrem de anemia falciforme.

A informação foi avançada pelo chefe do Departamento de Saúde Pública do Gabinete provincial de Cabinda, Gabriel Niós, que falava à imprensa no encontro com os jornalistas, visando apresentar os dados de apresentação do quadro real da província no que a essa doença diz respeito.

De acordo com o responsável, das 400 mil pessoas com anemia falciforme, 700 são crianças, o que está a preocupar as autoridades sanitárias da província.

Outra preocupação apresentada no encontro,  é a falta de testes para o diagnóstico precoce, bem como a de fármacos para a prevenção e o tratamento  da doença na região. “Embora nos últimos tempos já uma regressão nos testes realizados, os casos são alarmantes”, baseando-se em uma amostra que mostrou que em 23.995  amostras colhidas, pelo menos 11% apresentavam anemia falciforme.

Uma outra percentagem, 29%, apresentaram  falciformação, o que constitui preocupação para as autoridades da província, “tenho aproveitado a ocasião para chamar atenção dos órgãos decisores e parceiros do governo no sentido de voltar a prestar atenção a esta situação, de forma a alavancar o programa de combate e controlo da anemia falciforme, disse, Gabriel Niós.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *