Connect with us

Sociedade

Mais de mil pessoas afectadas pelas chuvas no Cunene

Published

on

Após fortes chuvas que se abateram na província do Cunene na semana transacta, o Governo daquela circunscrição do território nacional está a prestar assistência às famílias ao relento no município do Cuvelai, onde houve o desabamento de 188 casas. A informação foi prestada pelo vice-governador para o Sector Político e Social, Apolo Ndinoulenga.

Os cidadãos afectados pela chuva, num total de 1.108, receberam apoio do Governo local, em especial no domínio alimentar.

“Estamos a fazer um levantamento apenas prévio. Este número, de 1.108 pessoas, não é definitivo. Ainda não atravessamos o rio para avaliar a situação de quem reside na outra margem.

Trouxemos alguns produtos alimentares, como cereais, para os ajudar temporariamente, até a situação estar resolvida”, frisou.

O Governante, falando ao Jornal de Angola, disse que as vítimas não estavam em zonas de risco. O problema, explicou, é o tipo de material que as comunidades utilizam para fazer as casas, o adobe.

“Não é um material propício para construir. Quando chove muitas destas casas tendem a desabar”, contou, acrescentando que vai continuar a “trabalhar com as comunidades locais no intuito destas passarem a usar outro tipo de material de construção”, prometeu.