Connect with us

Economia

Mais de 90% dos avicultores em Luanda estão com as actividades paralisadas

Published

on

Cerca de 95% dos avicultores da província da Luanda estão com as suas actividades paralisadas por falta de ração animal, informou a vice-presidente da Associação Nacional dos Avicultores de Angola, Maria José Victor.

“Estamos praticamente paralisados. Temos 90 a 95% dos produtores paralisados, por falta de ração, o custo da ração está muito alto e o sector está inviável, com uma necessidade de mercado alta”, disse, em declarações publicadas pela ANGOP.

Segundo a responsável, a associação reúne quase 140 produtores em todo país. Somente em Luanda, os avicultores utilizam mais de quatro milhões de toneladas de milho por ano. E a falta de milho direccionado ao sector é outro problema enfrentado pelos produtores.

“O milho que utilizamos é o que encontramos no mercado, onde a tonelada varia entre 450 a 500 dólares”, lamentou. 

A vice-presidente da Associação Nacional dos Avicultores de Angola disse ainda que a associação apresentou uma proposta ao Governo para se juntarem às cooperativas no sentido de produzirem milho e soja, contudo, permanecem à espera de um retorno.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *