Connect with us

Politica

Mais de quarenta advogados garantem defesa jurídica à manifestantes

António Cassoma

Published

on

Um grupo composto por mais de quarenta advogados de diferentes escritórios de Luanda manifestaram interesse em defender os manifestantes detidos pela polícia durante a marcha de sábado.

Desde as primeiras horas da manhã, desta segunda-feira, 26, os advogados, em solidariedade com a causa dos jovens manifestantes, mostraram-se disponíveis para defendê-los. Dezoito dos quarenta e três advogados, mantiveram um encontro onde definiram uma estratégia de defesa para os mais de 100 activistas presos – 90 homens e treze mulheres, dentre eles quatro profissionais da comunicação social.

O advogado civil Laurindo, em declaração ao nosso jornal, acredita que os detidos em manifestações são presos políticos. “Não há nenhum crime. A manifestação é um direito consagrado na constituição. Os jovens estão presos sob falsas acusações. O Estado está usando o seu poder para incriminá-los.”

De acordo com o advogado, os mais de cem manifestantes detidos serão julgados em simultâneo em diferentes salas do Tribunal Provincial de Luanda, Dona Ana Joaquina.

Continue Reading
Advertisement
1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Julgamento sumário dos 103 detidos adiado. Há 8 menores e mais de 30 advogados. | Alta Finança - Notícias de Angola, Economia, Política, Empresas, Mercados e Opinião.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (80)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD