Connect with us

Mundo

Ucrânia anuncia morte de mais de 107 mil soldados russos desde Fevereiro

Published

on

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia divulgou esta segunda-feira, 02, uma estimativa das perdas sofridas pelos russos desde o início da invasão. Kiev garante que já morreram 107.440 soldados russos, apontando para 552 as aeronaves (helicópteros e jactos) abatidas em solo ucraniano.

Também anunciou que foram destruídos 3031 tanques, juntando a esta contabilização outros 6093 veículos blindados.

Ainda hoje, a agência Reuters noticiou que novos bombardeamentos na manhã do segundo dia do ano provocaram danos à infra-estrutura crítica ucraniana, originando mais “apagões”.

De acordo com as informações avançadas pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, foram abatidos 45 drones de fabrico iraniano este domingo, juntando-se outros 20 na madrugada desta segunda-feira. Ainda assim, não foi possível ao sistema de defesa ucraniano interceptar todos os drones, com os ataques a intensificarem-se nas últimas horas.

O Kremlin defende que os ataques aéreos têm como objectivo reduzir a capacidade de luta ucraniana. Por sua vez, Kiev alega que a única intenção é aterrorizar civis, não identificando vantagens militares nestes bombardeamentos.

Com agências internacionais