Connect with us

Mundo

Mãe de Navalny resiste à chantagem do Kremlin e recebe corpo do filho

Published

on

O maior opositor de Vladimir Putin morreu na prisão, a 16 deste mês, aos 47 anos de idade. Uma morte em volta em polémica, apesar de dados oficiais apontarem que tenha morrido de causas naturais.

O corpo do então líder da oposição a Vladimir Putin, na Rússia, Alexei Navalny, foi na tarde de sábado entregue a sua mãe, depois de várias resistências da parte do Estado.

Altos quadros ligados às forças de segurança e penitenciárias russas chegaram mesmo a ligar à Lyudmila Navalnaya, mãe de Alexei, ameaçando que enterrariam o opositor de Putin no terreno da prisão, caso a progenitora de Alexei não cedesse à exigência de realização de um funeral secreto, uma obrigação que foi prontamente negada por Lyudmila, apesar da moratória de três horas para decidir.

Entretanto, embora pareça que Lyudmila tenha ganhado a batalha com as autoridades, ainda não se sabe se o Kremlin há-de interferir no funeral.

Em reacção, a porta-voz de Navalny, Kira Yarmish, agradeceu o apoio e a pressão exercida pela comunidade internacional.

“O corpo de Alexei foi entregue à sua mãe. Obrigado a todos que exigiram isto connosco”, escreveu na rede social X [antigo Twwiter] a porta-voz de Navalny.

Colunistas