Connect with us

Sociedade

Luta por divisão de bens roubados termina em morte de um dos ‘comparsas’

Published

on

Um cidadão que exercia as funções de vigilante de uma empresa de segurança, foi morto, recentemente, pelos seus comparsas, no momento em que tentavam dividir-se os bens roubados.

O caso aconteceu no município de Viana, em Luanda, envolvendo cinco cidadãos, com as idades entre os 16 e 23 anos, que são acusados nos crimes de Associação Criminosa, Furto e Homicídio Qualificados.

Sobre os acusados, pesa a morte de um vigilante, por sinal, comparsa nas acções criminosas, cuja acção foi o Furto Qualificado de estruturas metálicas (chapas de painel) do armazém que o vigilante (falecido) exercia o serviço de segurança, conforme fez saber o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal de Luanda, Fernando de Carvalho.