Connect with us

Sociedade

Lunda Norte: Polícia reage à denúncia de apropriação ilegal de carne de zungueira

Published

on

O comando provincial da Polícia Nacional da Lunda Norte deu a conhecer a instauração de um inquérito, nesta terça-feira, 20, para apurar a denúncia feita através de um vídeo, posto a circular nas redes sociais, que dá conta que dois agentes da ordem pública se apoderaram do produto (carne de vaca) de uma “zungueira”, que fazia as suas vendas na via pública.

De acordo a nota de imprensa a qual o Correio da Kianda teve acesso, a Polícia Nacional naquela parcela do território nacional, fez saber que o facto ocorreu na manhã de sexta-feira, 17 de Dezembro, no município do Cuango, concretamente na vila de Cafunfo, na rua vulgarmente denominada Didí Kinuani, zona limítrofe entre o centro urbano e o bairro Bala-Bala, quando os agentes em causa estavam a prestar auxílio aos fiscais da Administração, face os focos de lixo nas ruas da vila, bem como a venda desordenada na via pública.

Entretanto, como medida, por via das autoridades administrativas locais, diz o comunicado, levou-se a cabo uma campanha de sensibilização, no sentido de os visados absterem-se das vendas no referido local, tendo sido criado um mercado para acomodar os vendedores, mas, infelizmente, “alguns preferem continuar a vender nas ruas ou em lugares não autorizados, razão pela qual a polícia foi chamada para auxiliar os fiscais e, como forma de desencorajar essa prática, foi apreendido o produto”. A nota continua argumentando que “não se trata de apropriação indevida, como se pode perceber no vídeo inicialmente referenciado”.

Na sequência, a Polícia Nacional refere que foi instaurado um inquérito para se apurar em quais circunstâncias o facto ocorreu e, os agentes implicados na situação já estão a responder um processo disciplinar, para que seja apurado o grau de responsabilidade de acordo com as normas vigentes na corporação.