Connect with us

Politica

Lula é eleito presidente do Brasil com 50,9% dos votos

Published

on

Luís Inácio Lula da Silva foi eleito, este domingo, 30, presidente do Brasil, com 50,9% dos votos, regressando ao Palácio da Alvorada onze anos após ter passado a pasta para sua sucessora, Dilma Rousseff, que, no entanto, não concluiu o seu mandato.

A vitória de Lula foi anunciada às 23h58 do Brasil (03h58, em Angola), com 98,86% das urnas apuradas, naquela que está a ser considerada a “eleição mais tensa da história do Brasil”, após a redemocratização.

Outro marco nessas eleições é que Jair Bolsonaro é o primeiro presidente a perder a disputa à reeleição naquele país sul-americano. O próximo dia 31 de Dezembro, data em que se encerra oficialmente o mandato, Bolsonaro deixará o cargo sem igualar o feito de todos os presidentes que concorreram à reeleição desde a abertura dessa possibilidade, em 1997, durante o governo Fernando Henrique Cardoso.

Preso em 2018, Lula teve as suas condenações anuladas e a retomada de seus direitos políticos, em Abril de 2021, tornando-o novamente elegível. No entanto, ainda não foi absolvido de todas as acusações que resultaram nos processos que continuam correndo contra ele na justiça brasileira.

Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), o ex-sindicalista e ex-metalúrgico, desde 2003, quando assumiu a presidência pela primeira vez, acumulou aproximadamente 300 condecorações nacionais e internacionais.

Manifestações

Divulgados os resultados, os eleitores de Jair Bolsonaro estão a convocar manifestações em todo o país.

Reconhecimentos

Poucos minutos após a divulgação dos resultados, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou Lula da Silva pela vitória nas eleições.

“O Presidente da República felicita o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela eleição como Presidente da República Federativa do Brasil, com a certeza de que o mandato, que vai iniciar em janeiro próximo, corresponderá a um período promissor nas relações fraternais entre os povos brasileiro e português e por isso também entre os dois Estados”, lê-se numa nota divulgada no site da Presidência daquele país.

O presidente da França, Emmanuel Macron também parabenizou Lula pela vitória: “juntos, uniremos forças para enfrentar os muitos desafios comuns e renovar o vínculo de amizade entre nossos dois países”, escreveu o francês.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ressaltou que Lula foi eleito presidente do Brasil “em um processo eleitoral livre, justo e confiável”. Outros líderes mundiais, como o espanhol Pedro Sanchez, o argentino Alberto Fernandez e o canadense Justin Trudeau parabenizaram o presidente eleito do Brasil.

Avança contagem de votos da “eleição mais tensa” da história do Brasil 

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.