Connect with us

Politica

Lucas Ngonda acusado de fazer pacto com MPLA

Published

on

Os militantes da FNLA acusam o actual presidente daquele partido, Lucas Ngonda, de ter feito um acordo com o MPLA para receber apoio e protecção dos órgãos de justiça e se manter na liderança do partido, prejudicando desta forma, os verdadeiros militantes da FNLA. Segundo a denúncia que o Correio da Kianda recebeu, o acordo entre Lucas Ngonda e o MPLA data de 2003, altura em que a FNLA era liderada por duas direcções: a de Ngola Kabango e de Lucas Ngonda.

Abaixo o conteúdo do referido documento: 

O  actual Presidente da FNLA, Lucas Benghy Ngonda, Partido deixado pelo Holdem Roberto, foi sempre visto como um destruidor estratégico do partido histórico. As suspensões surgiram devido à alegada boa relação com homens ligados ao Regime, inclusive, o Ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, com vista a causar o desaparecimento da FNLA, do xadrez Político Nacional.

Passado alguns anos, eis que as suspeitas se confirmam. Lucas Ngonda, segundo duas cartas e um acordo secreto que o jornal a República teve acesso, referente a Edição nº182, Sexta-feira 23 de Fevereiro de 2018, na sua página 8, como notícia em destaque. O documento refere que o acordo foi firmado antes da morte do Líder histórico aos 11 de Agosto de 2003 e na altura foi aferido como Presidente da FNLA.

Colunistas