Connect with us

Sociedade

Luanda: inalação de produto tóxico leva mais de 100 trabalhadores ao hospital

Published

on

Um total de 178 trabalhadores deu entrada esta segunda-feira, 02, no Hospital Geral dos Cajueiros, no município do Cazenga, em Luanda, por inalação de um produto tóxico não identificado.

A informação foi avançada pelo director geral do hospital, Daniel Café, referindo que os trabalhadores de uma empresa especializada em produção de fardamentos deram entraram na unidade sanitária, por volta das 9h30, com “diversos quadros clínicos” incluindo “falta de ar, vómitos, náuseas, dores de estômago e ansiedade”.

De momento, adiantou o responsável, “já tiveram alta hospitalar 120 pacientes e permanecem no hospital cerca de 58 trabalhadores sob cuidados médicos”.

Daniel Café sublinhou, ainda, que depois de recorrem ao soro, água e repouso, a situação já está sob controlo, embora haja casos a ser monitorados como o de duas gestantes e duas mulheres com hipertensão.

Embora notícias associem os trabalhadores a fábrica de produção de tecidos Textang II, a Rádio Correio da Kianda entrou em contacto com um dos lesados. O mesmo referiu que houve um incidente que não aconteceu exactamente na fábrica Textang II, mas sim na fábrica ao lado da mesma, “Antiga Casa Militar”, tendo acrescentado que “os trabalhos na Textang decorrem a bom ritmo”, garantiu, Edmilson Satuta.

A equipa do Correio da Kianda está a enviar esforços para contactar as direcções das duas empresas citadas nesta matéria. Mais informações no Jornal da Noite, da Rádio Correio da Kianda, em 103.7 FM para Luanda e www.correiokianda.info