Connect with us

Sociedade

Luanda: igreja investe 600 milhões de Kwanzas em projectos sociais

Published

on

A Igreja Assembleia de Deus Pentecostal “Ministério Ebenezer”, está apostada na edificação de um templo com capacidade para albergar mais de 30 mil fiéis e na construção de obras sociais como uma clínica, escolas do primeiro e segundo ciclo, uma universidade e uma cozinha comunitária.

O anúncio foi feito pelo seu Presidente mundial da denominação religiosa, Gideão Panzo, durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra para a construção das infraestrurura, no domingo, no final do culto de adoração denominado ´encontro com a família´, que juntou num mesmo espaços centenas de fieis da província de Luanda.

O projecto está a ser construído num terreno de mais de 4 hectares, localizado nas mediações do Zango-0, em Viana e vai custar aos cofres da igreja cerca de 600 milhões de kwanzas.

Sem avançar para a prazo da finalização do projecto, o líder espiritual do “Ministério Ebenezer”, garantiu que vai terminar em tempo Record e informou que já uma empresa chinesa que prontificou-se em apoiar na construção de escola do I e II ciclo a custo zero.

“Serão construídos uma Universidade, uma clínica bem como uma cozinha comunitária”, disse Gideião Panzo, acrescentando que a intenção “é termos o evangelho integral, associando o ramo espiritual e a componente social que toda igreja deve manter”. Por esta razão, adianta o lider espiritual, que a Assembleia de Deus Pentecostal “Ministério Ebenezer”, se propõe a dar sequência daquilo eu são trabalhos espirituais e sociais que envolvem o serviço ministerial.

O reverendo apelou aos empresários apoiarem este projecto, por entender que a iniciativa não é exclusiva, mas sim, inclusiva para o beneficio de todos.

Segundo o actual líder, o projecto foi deixado pelo seu pai, presidente fundador do Ministério Ebenezér, Reverendo Fernando Panzo, que faleceu este ano, deixando já a maquete da construção do templo com a capacidade de mais de trinta mil fieis.

Reconheceu as dificuldades da actual conjuntura económica, que entende poder afectar os planos, razão pela qual, o plano, de acordo com o responsável religioso, poderá passar por construir um templo com capacidade de lotação de 15 ou 20 mil pessoas. A ideia inicial pode vir ser traduzida na definição da programação dos cultos que poderão ser divididos em primeiro, segundo e terceiro culto, para realizar aquilo que foi o sonho do seu Pai.

Assistiram ao lançamento da primeira pedra, esposa do Presidente fundador da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal “Ministério Ebenézer”, representantes da igreja, do Reino Unido, Brasil, Portugal, Moçambique, África do Sul, Representantes Provinciais, fiéis dos municípios de Luanda e membros do Ministério da Cultura, do Director do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos (INAR), Francisco de Castro Maria, e membros da Administração Municipal de Viana.