Connect with us

Ciência & Tecnologia

Luanda acolhe Assembleia-Geral anual e Fórum das Comunicações Lusófonas

Published

on

A cidade de Luanda acolhe na próxima segunda e terça-feiras, 15 e 16 de Maio corrente, a Assembleia-Geral Anual bem como o xxx fórum da Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa (AICEP), que tem como lema: “2030: AICEP@1Gbps”.

O evento está a ser organizado pela Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa e vai reunir, a partir das 15h do primeiro dia, presidentes, executivos, administradores e responsáveis das empresas operadoras de comunicações, como correios; telecomunicações e comunicações electrónicas e conteúdos de televisão e media, bem como dos órgãos reguladores do sector, membros desta associação internacional.

Os convidados, de acordo com um comunicado enviado ao Correio da Kianda, são oriundos dos nove Países e Território de Língua Oficial Portuguesa, nomeadamente, de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Ainda neste dia, a partir das 19H30, realiza-se um Jantar de Gala, no Palmeiras Suite Hotel, em Talatona, Luanda, seguido da Cerimónia de Entrega do “Prémio AICEP 2023”, nas categorias de Inovação; de Liderança e de Carreira.

Já no dia 16 de Maio, terça-feira, realiza-se o XXX Fórum AICEP das Comunicações Lusófonas 2023, a partir das 09H00.

Depois da Sessão Protocolar de Abertura, seguir-se-ão diversos painéis específicos para discussão do tema em causa, terminando com uma Sessão de Conclusões e de Encerramento e com a Cerimónia de Passagem da Bandeira AICEP para os anfitriões da próxima edição do evento, a decorrer em 2024.

Entre os objectivos do fórum, estão a necessidade de abordagens do contexto socio-geográfico da Europa, caracterizado como complexo e desafiador, com consequências sociais e
económicas relevantes à escala global.

A problemática do aumento generalizado, sobretudo de bens alimentares e da energia, também será objecto de discussão, ainda “a necessidade de ligar tudo e todos, garantido a inclusão.

Outro assunto a ser discutido na terça-feira, em um dos painéis, é o desenvolvimento das nações digitais, com infraestruturas digitais de qualidade, robustas, resilientes e seguras.

O aumento e a sofisticação dos ataques cibernéticos; a permanente questão do financiamento do serviço público, como os serviços postal; telecomunicações e televisão) e do aumento da capacidade das redes; o impacto das novas tecnologias no futuro das redes e dos serviços e a transformação digital em toda a sociedade e economia, constam igualmente dos temas dos vários painéis.

“Neste contexto muito desafiante, caracterizado por uma profunda transformação digital e considerado por muitos como a 4ª Revolução Industrial, têm sido apontadas a infraestrutura digital e a segurança como as principais áreas a desenvolver e a reforçar”, refere o documento.

É assim que o tema deste importante fórum internacional que Luanda vai acolher – “2030:
AICEP@1Gbps”, dá particular importância a todos estes desafios no desenvolvimento das nações digitais, relevando a soberania digital e a diminuição progressiva das dependências, ligando tudo e todos, com velocidade, qualidade e segurança e potenciando o desenvolvimento económico e social.

Com a presença dos líderes dos operadores e das autoridades reguladoras membros desta associação internacional, de inúmeros outros participantes e convidados e, de entre estes, de membros do Governo de Angola e de representantes diplomáticos dos diversos Países de Expressão Portuguesa representados nesta associação.

Os especialistas, entre nacionais e internacionais, vão reflectir e debater sobre temas para contribuir para analisar o rumo que deve ser seguido para acompanhar a revolução digital que o mundo vive.

Sobre a Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa (AICEP)

Constituída em 1990, é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos e de carácter científico e técnico, e que tem como objectivo, a promoção do estreitamento das relações entre os membros, para a harmonização, desenvolvimento e modernização das comunicações, incluindo o apoio directo e efectivo a programas e projectos nos Estados da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), através de acções de formação e de cooperação para o desenvolvimento.

A AICEP é um espaço de convergência dos parceiros do sector, cuja estratégia se alicerça em sete pilares complementares e interactivos, designadamente, Operação, Regulação, Correios, Telecomunicações, Conteúdos (Televisão), Institucional e Responsabilidade Social e tem a missão de promover e apoiar o desenvolvimento sustentável das comunicações na Lusofonia, através da partilha de informação e reflexão; acções de formação; projectos de desenvolvimento; promoção e participação em projectos de interesse comum; divulgação de iniciativas e de melhores práticas.

Enquanto Associação das Comunicações da Lusofonia, agrupa os operadores postais, de telecomunicações e de comunicações electrónicas, de conteúdos (televisão) e os órgãos reguladores das Comunicações dos Países e Território (Macau/RAEM) da Língua Oficial Portuguesa e é o espaço de encontro, de reflexão, de partilha e de diálogo de todo o universo das comunicações no mundo: da Europa (Portugal) à África (5 PALOP), da América (Brasil) à Ásia (Macau e Timor-Leste).