Connect with us

Mundo

Liz Truss deixa “10 Downing Street” 45 dias depois

Published

on

Liz Truss não resistiu à pressão sobre o seu Governo e às demissões de ministros, que marcaram os últimos dias, e anunciou no início da tarde de hoje 19, a sua demissão ao cargo de Primeira Ministra Britânica .
Liz Truss revelou, ao início da tarde em conferência de imprensa, que já apresentou a sua demissão ao Rei Carlos III, pondo fim a um governo que esteve em funções pouco mais de um mês.
Numa declaração à porta da residência oficial de Downing Street, em Londres, a Ministra revelou, ao início da tarde, que já apresentou a sua demissão ao Rei Carlos III e adiantou que um sucessor será encontrado até ao fim da próxima semana. Cita a SIC Noticias
“Reconheço que, dada a situação, não posso cumprir o mandato para o qual fui eleita pelo Partido Conservador. Por conseguinte, falei com Sua Majestade o Rei para o notificar de que me demito como líder do Partido Conservador”, disse.
Apesar de estar em funções há seis semanas, Liz Truss caiu nas sondagens devido à turbulência causada pelo “mini orçamento” de 23 de setembro, quando prometeu uma série de cortes fiscais sem explicar como iria financiá-los e controlar a dívida pública.
Como consequência, a libra desvalorizou e os juros sobre as obrigações do Estado aumentaram, o que obrigou o Banco de Inglaterra a intervir para evitar que a crise alastrasse para o resto da economia.
Para acalmar os mercados financeiros, Truss despediu Kwasi Kwarteng e recrutou Jeremy Hunt para ministro das Finanças. Três dias depois, o novo ministro anunciou o cancelamento de quase todos os cortes fiscais previstos e antecipou “decisões dolorosamente difíceis” para restaurar a confiança dos mercados e estabilidade económica, deixando em aberto cortes na despesa pública.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *