Connect with us

Economia

Líderes africanos querem direccionar financiamento do Banco Mundial para infra-estruturas sustentáveis

Published

on

Os líderes africanos reunidos na cimeira da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA 21) reiteraram seu compromisso, durante o encerramento do evento esta segunda-feira, 29, de trabalhar em conjunto para impulsionar o desenvolvimento do continente africano.

No comunicado final, os chefes africanos enfatizaram a importância de direccionar o próximo financiamento do Banco Mundial, por meio da IDA 21, para projectos de infra-estrutura sustentável e de resposta rápida às necessidades das comunidades. Isso inclui o envolvimento do sector privado, a promoção da igualdade de género, a criação de políticas para gerar empregos para a juventude e investimentos nos sectores agrícola, saúde, educação e energia para acelerar o desenvolvimento africano.

Além disso, os líderes destacaram a necessidade contínua de melhorar a transparência na gestão dos recursos financeiros e garantir a estabilidade no continente, elementos fundamentais para alcançar os objectivos estabelecidos.

O Ministro do Planeamento, Victor Hugo Guilherme, representando o Presidente da República, João Lourenço, expressou que a cimeira atendeu às expectativas de Angola, uma vez que as prioridades discutidas estão alinhadas com o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) do país. Ressaltou ainda a importância da paz para o desenvolvimento, destacando que a experiência de Angola pode contribuir para a resolução de conflitos em toda a África.

A Cimeira IDA 21 para África, realizada de 28 a 29 de Abril, foi um evento de alto nível que reuniu chefes de Estado e de Governo africanos, juntamente com altos representantes do Grupo Banco Mundial.