Connect with us

Eleições 2022

Líder da UNITA considera “votou sentou” como um acto legal

Published

on

 O presidente da UNITA e candidato a presidente da República Adalberto Costa Júnior, considerou a iniciativa de alguns cidadãos, que pretende sentar nas assembleias de voto após a votação, como forma de fiscalizar o processo do voto.

O líder do Galo Negro, que reclama por irregularidade do processo eleitoral, fez tais considerações nesta quarta-feira, em Luanda, reiterando que “votou sentou”, é um acto legal devido a falta de transparência e lisura dos processos electivos.

“votou e sentou é uma necessidade, e o que eles querem é defender o voto do cidadão”, disse, o político.

 Adalberto Costa Junior, entende,  que a iniciativa mostra o nível de maturidade dos cidadãos.

O candidato da UNITA diz que nenhuma lei proíbe,  e sublinha que é um acto legal , e que os eleitores podem até ficar em uma distancia de menos de 500 metros,  para que não se pertube perturbe a ordem.

 “votou sentou só perturba quem tem outras intenções”