Connect with us

Destaque

Líder da JMPLA incentiva empresas privadas a apoiarem estudantes do ensino médio

Published

on

O Primeiro Secretário Nacional da JMPLA, Crispiniano dos Santos, manteve  encontros no mês de maio  com várias   organizações juvenis, de modos a encontrarem soluções pontuais para os desafios de curto, médio e longo prazo,  que afligem os estudantes a nível de todo o território nacional.

Entre os encontros, na  visita efectuada  na última terça-feira, 31 de Maio, Crispiniano dos santos, manteve uma reunião com os membros da Associação Provincial dos Estudantes de Luanda (A.P.E.L), para analisar a problemática das condições escolares, melhor apetrechamento das bibliotecas e laboratórios, disposição de material didáctico, acesso gratuito à internet, oportunidade de estágios profissionais e acesso a transportes públicos com taxas bonificadas para todos os alunos.

 Na ocasião, o  líder da JMPLA, adiantou,  estar  a elaborar um memorando , a ser entregue nos próximos dias, aos executores de políticas públicas, e que, além de retratar os problemas dos jovens, contém sugestão sobre determinadas condições que precisam de ser criadas,  para atenuar as dificuldades constatadas.

Quanto  à problemática de estágios profissionais, Crispiniano dos Santos considerou ser   importante haver mais normas legais a regular a matéria,  e, que para além do Estado, as empresas privadas precisam contribuir para o aumento da oferta de oportunidade de estágios aos alunos,  no período de conclusão do curso,  e no primeiro ano de aquisição de experiência.

Na perspectiva política, o representante da organização social dos jovens do MPLA,  definiu os estudantes do ensino médio como jovens patriotas,  e exemplos para Nação.  “estudar é o principal caminho para a conquista do conhecimento e da cultura, e com isto realizamos os objectivos da nossa vida quotidiana”.Referiu.

 Durante a visita, Crispiniano dos Santos ofereceu material informático para ajudar os trabalhos administrativos daquela instituição,  e desafiou os jovens a se capacitarem cada vez mais por meio da formação técnico-profissional, uma área em que o Executivo angolano tem criado condições em todo o País.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas