Connect with us

Politica

Líder da JMPLA denuncia uso de perfis falsos nas redes sociais

Published

on

A comemoração dos 59 anos da maior organização juvenil do partido no Poder, em Benguela, prestigiada pela Vice-Presidente do MPLA, Luísa Damião, neste sábado, 20, ficou marcada com um discurso de repúdio aos aproveitamentos políticos, devido a crise provocada pela Covid-19.

Na sua intervenção, a Vice-presidente do MPLA, que encerrou o acto nacional que decorreu neste sábado em Benguela, antecipado do dia “23 de Novembro”, solicitou a JMPLA a continuar com o compromisso de defender os interesses dos jovens, “sem olhar  para a organização a que pertence, para o bem de todos”.

A dirigente, que pediu mais confiança por parte dos jovens, sublinhou que a “JMPLA assume um papel fundamental, na medida em que é a maior escola política do país, tornando-a, actor e ponte, que contribui para que os jovens possam ter competências, desenvolvam as suas ideias, pondo-as em prática ao serviço do País e das comunidades”.

Luísa Damião referiu que as actuais lideranças da JMPLA, à semelhança das que sucederam, “têm experiência e talento e contam com o MPLA para todo apoio necessário, a fim de continuarem a galvanizar e mobilizar a juventude, em prol dos desafios do nosso partido e da Pátria”.

“É um orgulho fazer parte da JMPLA e poder contribuir para o desenvolvimento do nosso País, da nossa sociedade e da comunidade. A juventude angolana constitui a prioridade do Camarada Presidente João Lourenço, JLO, como carinhosamente a sociedade lhe chama. Ele ama a juventude e tudo está a fazer e a lutar, para que o jovem tenha mais oportunidades de educação, saúde, terreno para construir a sua casa e, sobretudo, a problemática do emprego, que é um desafio para todos governos e presidentes, num mundo em que as necessidades são ilimitadas e os recursos são escassos”, discursou.

Por sua vez, ao tomar a palavra, o primeiro Secretário Nacional da JMPLA, no seu discurso, para além de recomendar a necessidade dos jovens fazerem o uso responsável das redes sociais, abstendo-se da calúnia e da difamação, num discurso acentuado de recados, Crispiniano dos Santos, disse, em Benguela, que os “detratores do Partido no poder, referindo-se à oposição, jamais darão trabalho ao MPLA, pelo que, pediu ao Presidente João Lourenço, a não preocupar-se com os que chama de detratores ingratos”.

“À todos aqueles que sem glória, nem coragem, se escondem em perfis falsos nas redes sociais, transformando-se em verdadeiros detratores digitais do MPLA e seus dirigentes, deixamos aqui um sério aviso: parem com os assassinatos de carácter, parem de minar a unidade e a coesão entre camaradas e cidadãos em geral, parem imediatamente de minar a estabilidade e o progresso de Angola”.

“Para aqueles que ainda assim insistirem, deixamos um outro aviso, aliás, diz-se na gíria, quem avisa amigo é: se continuarem com tais práticas extremamente condenáveis, vão ter que enfrentar a força e a bravura da juventude de bem”.

No acto, realizado sob lema: “JMPLA – Com a memória dos heróis da independência, Juventude Presente no Registo Eleitoral Oficioso”, foram igualmente lidas mensagens da OMA e da JMPLA , onde se reafirma o apoio incondicional do Presidente do MPLA, João Lourenço no congresso de Dezembro.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (25)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (22)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania