Connect with us

Economia

Lapidação de diamantes conta com nova fábrica

Published

on

Uma fábrica de lapidação de diamantes denominada “Pollaro” foi inaugurada na última sexta-feira, no Pólo Diamantífero de Saurimo, na província da Lunda Sul, pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, no âmbito dinamização da instituição.

A infraestrutura tem capacidade para lapidar cinco mil quilates/mês, a 5ª fábrica foi construída numa área de 750 metros quadrados, com um investimento na ordem de cinco milhões e 500 mil dólares norte-americanos, para sua edificação e aquisição dos equipamentos.

A fábrica comporta áreas de tratamento, planeamento, digitalizado de pedras, corte a laser, polimento manual e automático.

Na ocasião, o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, disse que o Pólo vai continuar a ser prioridade por ser um sector que mais contribui para a economia nacional.

Acrescentou sentir-se satisfeito com a abertura de mais uma das muitas fábricas que ainda virão e pelo facto dos jovens finalistas do Centro de Formação e Avaliação e Lapidação de Diamantes ganharem emprego nesta organização.

Diamantino Azevedo indicou ainda que o empreendimento privado vem responder à procura de emprego pela juventude nesta região.

Na mesma senda, o ministro procedeu a entrega de 79 certificados aos finalistas do Centro de Formação, Avaliação e Lapidação de Diamantes da SODIAM.

Por sua vez, o governador provincial da Lunda Sul, Daniel Neto, sublinhou que a abertura da nova fábrica vai efectivamente proporcionar mais diamantes a serem lapidados localmente e consequentemente oferecer mais emprego à juventude.

Por seu turno, o presidente da comissão executiva da fábrica, Hélder David, disse que a mesma garante empregos a 60 jovens, sendo 30 nacionais e igual número de expatriados.

Fez saber que a empresa vai continuar a fazer melhorias contínuas com investimentos no sentido de obter melhores resultados.

Quanto à produção, Hélder David apontou estarem preparados para aumentar a capacidade de produção, com a aquisição de mais equipamentos, caso o negócio o justifique.

Sobre a empresa

A POLLARO é uma empresa de capital 100 por cento angolano, construída em 2015, tendo como principal desígnio o desenvolvimento, a implementação e exploração de projectos no processamento e lapidação de diamantes em Angola.

A fábrica resulta numa oportunidade de investimento com elevada rentabilidade, num sector estratégico da economia angolana.

Os equipamentos da mesma fábrica foram adquiridos nos países como Índia, EUA, Israel, Bélgica e Reino Unido.

Pólo Diamantífero

O Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo foi inaugurado em 2021, com a capacidade para acolher 30 fábricas de lapidação de diamante, tendo actualmente cinco.

O projecto, com um investimento de 77 milhões de dólares, na primeira fase, vai contar com quatro fábricas de lapidação de diamantes, a que se vão juntar as quatro já existentes no país.

Construído numa área de 305.185.74 metros quadrados, o pólo está dividido em três áreas principais, designadamente comercial, industrial e a reservada à central híbrida.

A área comercial constitui o núcleo de acesso público com lojas, restaurantes, praça da alimentação, bancos, repartições fiscais, escritórios, centro de convenções, escola técnico profissional, posto médico e edifício para acomodação.

Com Angop