Connect with us

Sociedade

Ladrões assaltam casa de jornalista da Angop

Published

on

Mário Pedro, editor-chefe internacional da Agência Angola Press (Angop), apanhou, terça-feira, o maior susto da sua vida: foi assaltado, em plena luz do dia, no interior da moradia em que vive, no distrito urbano da Maianga.

Como tem sido hábito almoçar em casa, Mário Pedro, depois de ter entrado na moradia, por volta das 12H15, foi abordado por um indivíduo que lhe apontou uma pistola à cabeça. Até aí ainda não sabia da situação dos membros da sua família, que já estavam sob ameaça permanente de um segundo marginal, num dos aposentos da moradia.

A porta de casa não lhe foi aberta, como é hábito, pela empregada, porque a trabalhadora doméstica estava entre as pessoas reféns, num dos aposentos da moradia. Depois de ter batido à porta, e pensando que não estivesse ninguém em casa, Mário Pedro decidiu usar a sua chave e o inesperado aconteceu.  

Com arma em riste, o ladrão encaminhou o jornalista para o quarto de um dos seus filhos e foi ali onde deu conta da dimensão do problema: encontrou uma filha de maior idade, um filho menor, dois netos e a empregada sob a mira de uma arma de fogo.

“Aconteceu de forma inesperada”, contou o jornalista Mário Pedro, quando abordado por órgãos de informação, incluindo a Angop, para a qual trabalha há mais de trinta anos.      
Antes de ter sido encaminhado até ao quatro, o jornalista foi advertido para ficar quieto e não fazer movimentos, ameaça que resultou efeito ainda mais depois de Mário Pedro ter ouvido do ladrão que o assalto à sua moradia estava a ser feito por um grupo de 12 indivíduos, que já tinham tomado o controlo do imóvel.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas