Connect with us

Economia

Kwanza pode desvalorizar trinta por cento, diz economista angolano

Published

on

A posição foi assumida em declarações à agência Lusa pelo economista Manuel Alves da Rocha, director do CEIC, da Universidade Católica de Angola, na sequência do aviso feito pelo chefe de Estado, na segunda-feira, ao Banco Nacional de Angola (BNA), que foi entendido como uma retirada de confiança política ao governador da instituição Valter Filipe.

“Uma das piores coisas em política é não se dizer directamente o que se pretende. A política é afinal sempre feita de meias palavras. Se o novo Presidente quer demitir o governador do BNA que o faça, não sendo necessário estar-se com insinuações à volta do papel dos bancos centrais – toda a gente sabe qual o seu papel”, afirmou Alves da Rocha.

O Presidente angolano avisou na segunda-feira, no seu primeiro discurso anual sobre o estado da Nação, que o BNA deve cumprir “de forma competente” o seu papel enquanto entidade reguladora do sistema bancário, criticando a distribuição das “escassas divisas” por um pequeno grupo de empresas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *