Connect with us

Desporto

Kabuscorp e Libolo empatam

Published

on

O Kabuscorp do Palanca desperdiçou ontem à noite a oportunidade de reforçar o comando isolador da tabela classificativa do Girabola Zap, ao consentir o empate a duas bolas diante do Recreativo do Libolo, no Estádio Municipal dos Coqueiros, em desafio a contar para a 8.ª jornada, num encontro marcado pelo anti-jogo da equipa de Calulo.

Jacques marcou os dois golos da equipa do Palanca, mas Viet e Fabrício apontaram na etapa complementar os tentos do Libolo, que empatou o desafio devido à desatenção defensiva dos centrais do Kabuscorp, depois da saída de Debele, lesionado.
O árbitro Osvaldo Félix deixou passar um penalti favorável ao Kabuscorp, depois de Jacques ter sido puxado na área, por um defensor da formação de Calulo. Com esta igualdade, o conjunto do Palanca viu interrompido o ciclo de triunfos na prova.

O Progresso da Lunda Sul, sob o comando técnico de Albano César, conseguiu o primeiro triunfo no Girabola Zap, ao derrotar o 1.º de Maio de Benguela, por 2-0, no Estádio Municipal das Mangueiras, na cidade de Saurimo. Chileschi inaugurou o marcador na transformação de uma grande penalidade, enquanto David confirmou o triunfo dois minutos depois.
Albano César gostou do triunfo, mas reconheceu que a equipa precisa de melhorar a finalização: “Felicidade. É sempre uma alegria obter uma vitória”, disse à imprensa.

Já Hélder Teixeira desvalorizou o resultado, mas espera vencer em outras ocasiões. “Perdi bem. Houve uma desatenção infantil dos meus jogadores. Esta derrota não significa nada para nós”, declarou.
O conjunto da Lunda Sul mantém-se na “cauda” da tabela classificativa, com quatro pontos, ao lado da Académica do Lobito, com a mesma pontuação.
Para a conclusão da ronda, o 1.º de Agosto recebe às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, o Santa Rita de Cássia, num desafio aguardado com grande expectativa.

Os adeptos do conjunto militar pretendem ver o seu clube na liderança do Girabola Zap. As equipas enfrentam-se pela primeira vez e os anfitriões são favoritos, mas têm de ter cautelas para não serem surpreendidos. O Petro de Luanda desloca-se à capital da província do Huambo, onde mede forças com o Recreativo da Caála, no estádio Mártires da Canhala. Os adversários encontram separados por um ponto  e prometem um bom espectáculo de futebol. Na edição anterior, os tricolores triunfaram na primeira e segunda volta, por 2-1.

Desportivo da Huíla e FC Bravos do Maquis defrontam-se hoje às 15h30, no estádio do Ferroviário, na Cidade do Lubango, numa partida que promete muitas emoções. As equipas lutam pela manutenção no Girabola Zap.

No estádio do Buraco, a Académica do Lobito recebe o Sagrada Esperança, num bom jogo em perspectiva entre duas formações com objectivos diferentes na competição. Na abertura da ronda, ASA e Interclube empataram a uma bola, na sexta-feira à noite, no Estádio Municipal dos Coqueiros, na baixa de Luanda.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas