Connect with us

Desporto

Kabuscorp do Palanca desperdiça oportunidade de se isolar na liderança do Girabola Zap

Published

on

O Kabuscorp do Palanca desperdiçou, ontem à tarde, uma excelente oportunidade de se isolar na tabela classificativa do Girabola Zap, ao consentir um empate a uma bola com o Progresso da Lunda Sul, no Estádio Municipal dos Coqueiros, na baixa de Luanda, no prosseguimento da 10.ª jornada.

Jacques, o melhor marcador do Girabola Zap, com seis golos, marcou para o Kabuscorp, mas Capuco restabeleceu a igualdade.

Quim Manuel, técnico assistente do Kabuscorp, admitiu alguma indisciplina dos seus pupilos: “Tivemos uma péssima primeira parte. Vamos levantar a cabeça e pensar no próximo jogo”.
Já o técnico Albano César mostrou-se feliz com a igualdade, mas reconheceu que a sua equipa esteve aquém do esperado, na primeira parte do desafio. “Não estivemos bem. Estamos satisfeitos com o empate. Podíamos fazer mais”.

O Interclube deslocou-se ao Huambo, onde conseguiu um precioso ponto, depois de empatar a uma bola com o JGM, no estádio do Ferroviário. Joka marcou para os anfitriões, mas Kiloy, que saltou do banco dos forasteiros, igualou quase no final do jogo.

Na cidade do Lubango, Desportivo da Huíla e Santa Rita de Cássia empataram sem golos, no estádio do Ferroviário, num desafio entre duas formações aflitas na tabela classificativa.
O Sagrada Esperança deslocou-se à cidade do Luena, onde conseguiu uma vitória importante sobre o FC Bravos do Maquis, por 1-0, no estádio Jones Kufuna “Mundunduleno”. Com este resultado, os diamantíferos partilham provisoriamente o segundo posto da tabela classificativa, com 22 pontos, enquanto os maquisardes  se mantêm na 10.ª posição, com nove.

Na sequência da ronda, 1.º de Agosto e Progresso Sambizanga jogam hoje às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro. Os exigentes adeptos do clube militar esperam por um espectáculo atractivo. Na edição passada do Girabola, o 1.º de Agosto venceu no primeiro turno o Progresso, por 3-0, enquanto na segunda volta empataram a uma bola. No histórico de jogos entre si, os militares levam vantagem de 12 triunfos, desde 1998, contra três dos sambilas.

Noutro encontro, que se espera equilibrado, o ASA, “lanterna vermelha”da tabela classificativa, com apenas cinco pontos, recebe o 1.º de Maio de Benguela (11.º/08), no Estádio Nacional da Cidadela. Um jogo entre equipas aflitas e sedentas de pontos no Girabola Zap.

Na abertura da jornada, a Académica do Lobito perdeu com o Petro de Luanda, por 0-2, no estádio do Buraco, em Benguela.

A ronda fica concluída com a disputa do jogo entre Recreativo da Caála e Recreativo do Libolo, que aguarda pela remarcação da data do Conselho Técnico Desportivo da Federação Angolana de Futebol (CTDFAF).  O desafio foi adiado pelo CTD da FAF.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas