Connect with us

Politica

“Juventude não deve perder tempo com manifestações”, diz Crispiniano dos Santos

Published

on

O primeiro Secretário Nacional da JMPLA, Crispiniano dos Santos, disse, nesta quinta-feira, 01, em Luanda, que “a juventude angolana não deve perder tempo com a realização e participação nas manifestações”. Para ele, os jovens devem sim ir atrás do conhecimento e da investigação científica e encontrar soluções para os seus próprios problemas”.

Crispiniano dos Santos falava à margem do lançamento da obra do escritor Arsénio Satyohamba, “Mandume – o Rei de Oukwanyama”. O líder da maior força política e partido no poder, apelou aos jovens angolanos a seguirem exemplos de Satyohamba, “em vez de ficarem simplesmente nas lamentações e reclamações”.

O número um da juventude dos camaradas, lançou réplica aos seus homólogos da oposição para deixarem de reclamar sobre o 14 de Abril, data em que se celebra o Dia Nacional da Juventude Angolana, afirmando mesmo que é uma data inquestionável.

“O 14 de Abril é uma data inquestionável, porque é uma data eleita em assembleia ordinária do CNJ”, disse e acrescenta que em democracia é assim, “dá-se valor à minoria e respeita-se a vontade da maioria”, apelando, desta forma, aos líderes juvenis dos partidos na oposição a respeitarem quem votou a favor do 14 de Abril, porque, segundo Crispiniano dos Santos, essa data é muito simbólica por representar o heroísmo e a bravura de um destemido jovem, o comandante Hoji-ya-Henda, que muito cedo colocou a sua juventude em defesa da pátria e da população angolana.

O jovem político frisou que “nós, os jovens  devemos nos transformar nos verdadeiros agentes do desenvolvimento, e não devemos só reclamar, mas também apresentar soluções tanto para os problemas que nos afligem tanto aos problemas que afligem a população angolana e não só”.

Crispiniano dos Santos salientou ainda que a JMPLA está aberta ao diálogo com a juventude e, em particular, com os promotores e coordenadores das manifestações no país.

“A JMPLA está disposta em recebê-los porque a nossa organização não trabalha só a sua juventude, a JMPLA é uma juventude do MPLA que trabalha na resolução dos problemas dos jovens no geral, nós dialogamos com a juventude e recebemos as suas preocupações e recebemos as suas propostas e soluções”.

O líder da juventude do MPLA fez saber que durante o mês dedicado à juventude angolana, a JMPLA irá realizar várias jornadas alusivas a esta data na região Leste do país onde irá manter diálogo com os jovens locais para em conjunto debaterem as suas principais preocupações e dar um contributo para o desenvolvimento da região diamantíferas.