Connect with us

Lusofonia

Justiça brasileira determina que Globo reintegre jornalista Izabella Camargo

Published

on

O Tribunal Regional do Trabalho exigiu a reintegração da jornalista Izabella Camargo, dispensada após retorno de uma licença médica, para a recuperação da Síndrome de Burnout ( esgotamento profissional e emocional que impede “momentaneamente” a execução das tarefas cotidianas com agilidade).

Izabella foi apresentadora da previsão do tempo dos telejornais Hora 1 e Bom Dia, Brasil, que vão ao ar respectivamente de madrugada e pela manhã, durante seis anos. Devido aos horários da grade, ela precisava trocar o dia pela noite. Após voltar de uma licença médica, ela foi demitida. Izabella disse na época acreditar que tenha sido dispensada por ter burnout, síndrome resultante de excesso de trabalho. A emissora sempre foi enfática ao negar que a decisão tenha sido relacionada à condição de saúde da profissional.

Para o juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, da 24° Vara do Trabalho, a OMS (organização Mundial de Saúde) considera a síndrome como doença relacionada ao trabalho, sendo a demissão nula porque ocorrida no período de estabilidade. Ela não poderá trabalhar no período da madrugada, para evitar o agravamento do problema.

Procurada, a TV Globo disse que não se manifesta em processos “sub júdice”. O escritório Mori, Toni e Mazoca, que representa a jornalista, informou que não se manifestará.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *