Connect with us

Politica

Jurista defende que Holden Roberto não pode ser levado a grau de General

Published

on

Depois da UNITA, agora é a vez da FNLA, que na voz da Associação dos Antigos Combatentes daquele partido, pediu ao Presidente da República, João Lourenço, na qualidade de Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas, promover, a título póstumo, Álvaro Holden Roberto ao grau militar de general-de-exército, por, alegadamente, ter formado e comandado o primeiro exército angolano (ELNA), aos 16 de Agosto de 1962, no antigo Zaíre, actual República Democrática do Congo (RDC).

O pedido, foi feito na voz do presidente da referida associação, Lino Ucaca, quando lia, em Mbanza Kongo, uma mensagem no túmulo onde repousam os seus restos mortais.

E as reações não se fizeram Esperar, para Albano Pedro, jurista e constitucionalista, considera o pedido da FNLA de infundadas, com argumentos de que, por “HOlDEN ROBERTO não ter sido soldado das FAA, não há razões para a sua elevação.

“Para os militantes da FNLA que pedem a João Lourenço para que eleve Hoden Roberto ao grau de General de Exército, deviam saber que Holden Roberto não foi soldado das FAA. As FAA é o resultado da fusão das ex-FALA e das ex-FAPLA. Em rigor, apenas os ex-soldados destas duas forças podem reclamar os graus militares das FAA. A menos que os militantes da FNLA queiram promover a integração do ELNA nas FAA para depois estabelecer a equivalência dos graus militares de todos os seus antigos soldados”, escreve Albano Pedro, na sua pagina no facebook.

O jurista entende, que cabe ao partido dos irmãos, reconhecer os feitos de HOlDEN ROBERTO, e de forma interna distingui-lo ao grau de General. ” O que é correcto é a própria direcção da FNLA reconhecer a Hoden Roberto o grau de General de Exército do ELNA. E porque não de MARECHAL? questionou ! Assim, teriam a liberdade de colocar o seu líder com um grau militar acima de General de Exército.

Se João Lourenço conceder o grau de General de Exército a Holden Roberto impõe-se como consequência a integração do ELNA nas FAA. Isso é possível? Fim de citação.