Connect with us

Politica

“Jovens devem promover acções junto das comunidades”, diz líder da JURA

Published

on

Num discurso proferido esta quinta-feira, 27, o secretário nacional da Juventude Unida Revolucionária de Angola (JURA), Nelito Ekuikui, disse aos militantes da agremiação político juvenil que “a luta para a democratização do país deve ser feita através da educação e consciencialização da população, que saberá de forma consciente defender os seus direitos e cumprir os seus deveres”.

Para Nelito Ekuikui, “não adianta os militantes e jovens continuarem a lamentar sobre o estado do país”, mas “devem promover acções junto das comunidades e da população no sentido de despertá-las sobre a necessidade da luta pelos seus direitos”, voltados para a promoção do desenvolvimento humano, que passam pela “criação de bons serviços de saúde, educação, segurança pública e jurídica, assim como a criação de condições que permitam confeccionar três refeições ao dia”.

“O que vamos fazer? Deixar de perder tempo com eles, vamos estar juntos do povo. Não vale a pena ficar toda hora a chorar e lamentar, não é o caminho, o caminho é buscar a força do povo”, frisou, acrescentando que “a luta pela promoção da justiça social no país deve ser transferida para o povo, que vive as principais dificuldades no seu dia-a-dia”.

Nelito Ekuikui que falava no acto de tomada de posse do secretário provincial e da secretária provincial adjunta da organização juvenil da UNITA, em Ndalatando, no Cuanza Norte, reforçou ainda que “a luta para a democratização do país deve ser feita através da educação e consciencialização da população que saberá, de forma consciente, defender os seus direitos e cumprir os seus deveres”.

O líder da JURA conferiu posse, ontem, a Edvaldo Rosário Paulino Cabral e Delfina Manuel Mateus, nos cargos de secretário provincial e secretária provincial da JURA, respectivamente.