Connect with us

Sociedade

Jovens católicos levam conforto às crianças do Centro do Padre Horácio com tarde recreativa

Published

on

Centro de Acolhimento de Crianças Arnaldo Janssen (CACAJ), também conhecido como ‘Centro do Padre Horácio’, no Bairro Palanca, em Luanda, recebeu nesta semana, a visita de um grupo de jovens do movimento Mariano Vicentino, da paróquia Sagrado Coração de Jesus, afecto à Igreja Católica, que desenvolveu diversas actividades lúdicas e espirituais em favor das crianças e adolescentes que estão acolhidos naquele lar.

A Coordenadora do grupo, Cláudia Pipa, disse que a visita é um acto de solidariedade enquadrado no carisma de São Vicente de Paulo, padroeiro do movimento, que entretanto, orienta à prática da caridade para com os mais pobres.

Para a referida acção solidária, Claúdia Pipa disse que o seu movimento levou ao centro diversos bens, como alimentos não perecíveis como arroz, óleo alimentar, massa, para ajudar na dieta alimentar dos meninos.

Da Contribuição levada pelos jovens da igreja católica no município do Cazenga, constou ainda produtos de higienes, como detergentes, sabão, lixivia, escovas de dentes e roupas diversas.
“Acredito que não seja suficiente para o centro, pois temos aqui muitas crianças e muitos jovens também, mas conseguimos trazer aquilo que foi possível. É apenas um começo de tudo aquilo que ainda vem”, prometeu a coordenadora.
Feliz com a acção solidária Cláudia Pipa disse ao Correio da Kianda, que apesar de ser a primeira vez que o seu movimento realiza o acto de caris social, pretendem continuar para ajudar “aqueles que mais necessitam”.

Quem também se mostrou feliz com a visita é a Directora Geral Adjunta do CACAJ, a missionária Regina Lulus, e regozijou-se com a primeira visita daquele grupo afecto à paróquia Sagrado Coração de Jesus.

“Quando vi a presença deles aqui, pela primeira vez, fiquei muito alegre. É uma actividade muito diferente daquelas que temos vindo a ter com as outras visitas que temos recebidos. Cada grupo é diferente na sua forma de animação, de dar força nas nossas crianças”, disse a responsável.
Referiu ainda que por se tratarem de crianças de rua, precisam todas de exemplos de outros jovens, para saberem o caminho certo na vida, tendo agradecido ao movimento pelo gesto e apelado a realizar outros centros de acolhimento da província de Luanda, que no seu entender também precisam de conforto com actos de caridade.

No conhecido Centro do padre Horácio estão 66 crianças, sendo que mais dez abandonaram recentemente a instituição depois de reintegradas no seio das respectivas famílias.
O programa da actividade no centro de acolhimento de Crianças Arnaldo Janssen, começou por volta das 10 horas, quando começaram a preparar a refeição. Enquanto esperavam pela hora para o almoço confecionado pelas meninas do movimento, os rapazes do centro participaram de uma palestra motivacional, baseado em ensinamentos bíblicos.

Musica, dança e partidas de futebol de salão e outras brincadeiras interativas constaram igualmente do leque de actividades, que terminou com uma acção de limpeza, e que incluiu o corte de cabelo aos meninos do lar de acolhimento.

O Centro de Acolhimento de Crianças, Arnaldo Janssen (CACAJ) foi fundado em 1993 pelo padre Horácio, missionário da Congregação do Verbo Divino, com o objectivo de retirar, amparar e orientar as crianças e adolescentes dos 8 aos 18 anos, que se encontram nas ruas em situação de abandono ou de orfandade.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *