Conecte-se agora

Politica

Jovens angolanos saem a rua para exigir afastamento da Ministra da Juventude e Desportos

Redação

Publicados

on

- MAnifesta    o ZAngo - Jovens angolanos saem a rua para exigir afastamento da Ministra da Juventude e Desportos

Cerca de 500 jovens angolanos prometem exigir nas ruas de Luanda o afastamento da Ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto e Jofre Euclides dos Santos, director-geral Instituto Angolano da Juventude (IAJ), pela falta de capacidade organizativa da feira do emprego realizada na última sexta-feira, 6, no Centro de Conferências de Belas (CCB), ao município do Talatona.

O Instituto tentou organizar uma feira de emprego para dar resposta a situação actual de desemprego que o país vive, mas em nada resultou, segundo jovens presentes no evento: “os organizadores desconhecem a realidade da juventude angolana em que em cada 10 angolanos 9 são desempregados” disse.

Para Adilson Dias presente no primeiro dia da feira, os organizadores foram bastante incompetentes e responsáveis “se registou no local mais de 7 desmaios“lamentou.

Entretanto, em reacção ao primeiro dia do evento, vários cidadãos angolanos com idades compreendidas entre 20 à 38 anos, prometem exigir do presidente João Lourenço o afastamento da Ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto e Jofre Euclides dos Santos, directora-geral Instituto Angolano da Juventude (IAJ).

De lembrar que o actual presidente da República de Angola, João Lourenço, nas eleições de 2017, prometeu 500 mil empregos, e de lá para cá,  já houve várias manifestações pelo país inteiro para que se cumpra a promessa, pelo que poderá intensificar o nível de protestos para exigir o cumprimento das mesmas.

“O Instituto Angolano da Juventude deve desculpas a juventude que eles representam, porque o que aconteceu hoje foi uma autêntica falta de respeito” dizem os jovens.

Jofre dos Santos, referiu que a feira contaria com 33 stands de várias empresas que actuam nos diferentes ramos de actividade, com destaque para as telecomunicações, construção civil, banca, seguros entre outros.

Alguns jovens que falaram para o Correio da Kianda, prometem exigir do titular do poder executivo, a nomeação de um ministro mais activo e capaz de assegurar a materialização da política juvenil e desportiva do Estado, ouvindo varias sensibilidades ligadas a juventude.

 

C/ O Decreto

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (14)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (281)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (12)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (16)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (17)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (68)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (11)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação