Connect with us

Sociedade

Jovem endivida-se para casar e arrepende-se dois meses depois do casamento

Published

on

O medo de perder a noiva, obrigou o jovem de 32 anos de idade, corrector de imóveis, a endividar-se para contrair matrimónio. Dívida com pagamentos com juros, que continuam cada vez mais a subir e sem possibilidades de pagar. Com o credor atrás de si dia e noite, arrependimento e frustração, tornou-se, num cartão postal no lar do casal, que já pensa em separar-se.

É mais um caso inusitado que está a deixar irmãos da igreja da noiva, e amigos de trabalho do noivo, cada vez mais a pensar, se vale ou não a pena, casar, recorrendo a empréstimos.

Domingos Félix Miguel, morador do distrito urbano do Zango, uniu-se com Ervinela Ferreira, aos 12 de Setembro do corrente ano. Casamento, que segundo o noivo, foi feito as pressas, por exigência da noiva, que deu um prazo de cinco meses para que este se juntasse a ela, realizasse o casório, e que em caso da formação do vínculo conjugal não se consolidasse no prazo estabelecido pela jovem, o término da relação, seria o passo a seguir.

A “beleza deslumbrante” da noiva, levou o jovem a fazer esforços gigantescos para concretização do desígnio, o casamento.

Para cobrir boa parte da despesa, a solução passou em recorrer a um empréstimo de dois milhões de kwanzas, que seriam pagos em juros, de acordo com os relatos avançados ao Correio da Kianda pelos que acompanham o casal.

46 dias depois do enlace foi o suficiente para que as brigas no lar começassem a surgir. Com os incumprimentos dos termos e condições da dívida contraída, a fórmula encontrada para não ser constantemente incomodado, foi trocar de número de telefone e fugir do agiota.

Descrito como um casamento risonho pelos que acompanharam, e que deveria ser repleto de gozo, paixão e muito amor, tornou-se, agora, num pesadelo, por conta das dívidas feitas pelo noivo por imposição da mulher, que estabelecera na altura, “timing” para que se realizasse o casamento entre ambos.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *