Connect with us

Sociedade

Jovem de 18 anos asfixia filho com saco plástico

Published

on

Uma cidadã de 18 anos de idade foi detida, em Luanda, pela Polícia Nacional por supostamente ter dado à luz sozinha uma criança de sexo feminino, tendo, posteriormente, colocado num saco plástico preto, acabando por asfixiá-la até à morte.

De acordo com a Polícia Nacional, o triste episódio ocorreu por volta das 14 horas de sábado no bairro Seis Ca-jueiros, em Viana, quando a acusada se dirigiu para o centro médico infantil “Novo Centro do 6” de dar à luz.

Posta no centro para o trabalho de parto, conta a fonte da Polícia, a jovem pediu às enfermeiras para ir ao quarto de banho, onde minutos depois terá dado à luz. A fonte esclareceu que o tempo que a jovem ficou no quarto de banho terá despertado a atenção das funcionárias do centro que, de imediato, foram ao encontro da mesma, mas, infelizmente, encontraram a criança já morta e dentro de um saco.

A acusada foi imediatamente detida pela Polícia Nacional, devendo ser encaminhada para o Ministério Público. No sábado, a Polícia Nacional deteve ainda um cidadão identificado por Osvaldo Neto, de 28 anos, cabo das Forças Armadas Angolanas, acusado de ter arremessado um bloco na face da cidadã Felismina Augusto, de 45 anos.

Segundo a Polícia Nacional, o caso ocorreu no bairro Zango 3, na via pública, por discussão enquanto consumiam bebidas alcoólicas. Felismina Augusto foi socorrida no hospital do Zango 2, onde recebeu tratamento médico.

No bairro da Samba, refere a polícia, um major das Forças Armadas Angolanas, de 63 anos, foi detido pela corporação por supostamente ter atingido com um tiro de arma de fogo um cidadão que reparava a sua viatura.

O incidente teve lugar numa oficina no bairro Morro Bento, quando o major das FAAS se desentendeu com o mecânico, Emílio da Conceição.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *