Connect with us

Sociedade

Jornalista da Rádio Ecclésia no Kwanza Sul absolvido pelo Tribunal

Published

on

Oscar Constatino tinha sido acusado de calúnia e difamação pelo antigo director da Comissão Provincial Eleitoral

O  tribunal de comarca  no Sumbe, absolveu,  ontem, quarta-feira,  o jornalista Oscar Tito Constantino,  de acusações da prática de crimes de calúnia, difamação e exercício ilegal da actividade,  feitas pelo então presidente da comissão provincial eleitoral (CPE) Morais António.

Há cerca de um mês,  a procuradoria tinha pedido a absolvição do acusado por falta de provas.

O jornalista,  tinha sido alvo das acusações após a publicação de uma notícia sobre o pedido de demissão de Morais António,  pelo seu envolvimento num escândalo sexual.

Após a absolvição, o jornalista mostrou-se  satisfeito com o apoio que recebeu durante todo o processo que lhe deu “força psicológica”.

“A assistência que esteve na sala mostra de alguma forma que o nosso trabalho é um trabalho querido por todos e, este processo veio de alguma forma aumentar as nossas responsabilidades a nível,  aqui da província do Kwanza-Sul”, disse.

Já o seu advogado Nelson Custódio,  descreveu a absolvição do seu cliente “a vitória da justiça, da ética, da decência e sobretudo também a vitória do profissionalismo, do jornalismo, da classe jornalística do nosso país, contra as dificuldades que todos nós hoje conhecemos”.

Para Custódio os jornalistas saiem deste julgamento “mais fortalecidos”.

António Eusébio advogado de Morais António esteve indisponível para tecer comentários mas sabe-se que vai recorrer da sentença.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas