Connect with us

Desporto

Jogadores do Recreativo do Libolo sem salário há dois meses

Published

on

O Recreativo do Libolo encontra-se imerso em uma crise sem precedentes, com atletas e funcionários a enfrentarem a angústia de salários não pagos e uma gestão desprovida sem experiência.

Fonte contactada pela Rádio Correio da Kianda acusa a direcção de falta de conhecimento em gestão desportiva, e sustenta que recebeu verbas do patrono para adiantar salários, prometendo alívio financeiro para jogadores e equipa técnica. No entanto, a realidade é cruel, pois os atletas estão há dois meses sem receber salários, enquanto os funcionários enfrentam uma angustiante espera de 10 meses.

A fonte conta que neste período festivo, a situação atingiu seu ápice, deixando os jogadores na vila de Calulo sem recursos para sustentar suas famílias. A promessa de estabilidade financeira transformou-se em desespero, com a falta de pagamento evidenciando a incapacidade da atual administração.

Diante deste cenário alarmante, apelos por intervenção urgente são feitos à patronagem do clube e demais órgãos competentes.

A nossa redação continua a tentar contacto com a direcção do clube, para confrontar a veracidade do facto e mais informações o leitor vai acompanhar aqui.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.