Connect with us

Mundo

Joe Biden terá “desafios extraordinários”, diz Barack Obama

Published

on

O antigo presidente dos Estados Unidos Barack Obama saudou ontem a vitória histórica nas eleições presidenciais do seu antigo vice-presidente Joe Biden, considerando que tem “desafios extraordinários” pela frente.

“Nestas eleições, em circunstâncias nunca experimentadas, os americanos foram votar em números nunca vistos. E uma vez contados todos os votos, o Presidente-eleito [Joe] Biden e a vice-presidente-eleita [Kamala] Harris terão ganho uma vitória histórica e decisiva”, pode ler-se numa declaração de Obama publicada na rede social Twitter.

O antigo presidente democrata (2008-2016) disse não poder “estar mais orgulhoso por congratular” Joe Biden e a próxima primeira-dama, Jill Biden, bem como “Kamala Harris e Doug Emhoff pela eleição inédita” da senadora como vice-presidente, sendo a primeira mulher negra e asiática-americana no cargo.

“Quando ele [Joe Biden] entrar na Casa Branca em Janeiro, vai encontrar uma série de desafios extraordinários que nenhum recém-chegado presidente encontrou – uma pandemia feroz, uma economia e um sistema de justiça desigual, uma democracia em risco e um clima em perigo”, pode ler-se na declaração de Barack Obama.

O antigo presidente democrata está confiante de que Joe Biden irá desempenhar funções “com o interesse de todos os americanos em mente, quer tenham votado nele ou não”, encorajando a população a “dar-lhe uma chance e emprestar-lhe o seu apoio”.

“Os resultados das eleições mostram a todos os níveis que o país permanece profundamente e amargamente dividido. Caberá não só ao Joe e à Kamala, mas a cada um de nós, fazermos a nossa parte – sair da nossa zona de conforto, ouvir os outros, baixar a temperatura e encontrar caminhos comuns para seguir em frente”, declarou Barack Obama na sua mensagem por escrito.

Obama termina a sua mensagem afirmando que a democracia dos Estados Unidos “precisa de todos mais do que nunca”.

O candidato democrata Joe Biden foi hoje anunciado como vencedor das eleições presidenciais de 03 de Novembro segundo projecções da ‘media’ norte-americana.

Segundo essas projecçõesBiden totaliza 284 “Grandes Eleitores” do Colégio Eleitoral, derrotando o candidato republicano e actual presidente Donald Trump.

A posse de Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos está marcada para 20 de Janeiro de 2021.

Por Lusa

Colunistas