Connect with us

Mundo

Joe Biden reage ao mandado contra Putin: “é justificado”

Published

on

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reagiu este sábado, 18, ao mandado de detenção do TPI contra o seu homólogo russo dizendo que a decisão de deter o Presidente Vladimir Putin, por crimes de guerra, “é justificado”.

Biden, que falava à comunicação social na Casa Branca, neste sábado, 18, recordou que aquela instituição judicial não é reconhecida pelos Estados Unidos, mas considerou que a sua decisão de emitir tal mandado envia, no entanto, “um sinal muito forte”.

Também em reação ao anúncio de ontem do TPI, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse tratar-se de uma decisão histórica, que marca o início de uma responsabilidade histórica”.

Volodymyr Zelensky sublinhou que Putin e a comissária para os Direitos da Criança no Gabinete do Presidente da Federação Russa, Maria Alekseyevna Lvova-Belova, são agora “suspeitos de um crime de guerra”, frisando a intervenção destes na “transferência ilegal de milhares de crianças” ucranianas para o território russo.

“Seria impossível realizar tal operação criminosa sem a ordem do principal líder do Estado terrorista”, vincou.

Já o embaixador russo na ONU, Vasily Nebenzya, classificou o Tribunal Penal Internacional de “instrumento do Ocidente” sempre disposto a “prejudicar” Moscovo.

Com DW

Colunistas