Connect with us

Mundo

Joe Biden diz não estar “surpreendido” com morte de Prigozhin

Published

on

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse esta quarta-feira, 24, que não ficou surpreendido com a possível morte do chefe do grupo mercenário Wagner, Yevgeny Prigozhin, num acidente de avião na Rússia.

Exactos dois meses depois de comandar um motim de seu grupo mercenário Wagner contra a cúpula militar do governo de Vladimir Putin, Prigozhin morreu na queda de um de seus jactos executivos ontem, perto de Moscovo, de acordo com autoridades russas.

Na ocasião, Biden afirmou que “poucas coisas acontecem na Rússia sem que Putin tenha algo a ver com isso”, frisou o chefe de Estado norte-americano, em declarações durante as suas férias que decorrem em Califórnia.

Entretanto, até agora, o Departamento de Estado e o Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, responsável pela política externa, evitaram tomar posição sobre as implicações do incidente.

O líder dos mercenários Wagner, de 62 anos, lutou ao lado do exército regular russo na Ucrânia e protagonizou uma rebelião militar fracassada contra as chefias militares russas, na qual chegou a tomar uma das cidades mais importantes do sul da Rússia, Rostov-no-Don.