Connect with us

Politica

João Pinto assume Inspecção Geral da Administração do Estado

Published

on

O antigo vice-presidente da bancada parlamentar do MPLA, João Pinto, foi nomeado esta segunda-feira, 22, Inspector Geral da Administração do Estado, em substituição de Ângelo de Barros da Veiga Tavares, hoje exonerado.

Natural de Malanje, o jurista e professor universitário de Ciência Política e Direito Público, que representou o partido no poder na Assembleia Nacional, assume agora a liderança do órgão auxiliar do Presidente da República e Titular do Poder Executivo.

A IGAE tem a missão de efectivar o controlo interno da Administração Pública, por via da inspecção, fiscalização, auditoria, supervisão, sindicância e averiguações da actividade de todos os órgãos, organismos e serviços da Administração Directa e Indirecta do Estado, bem como das administrações autónomas.

Continue Reading
6 Comments

6 Comments

  1. Politólogo, Marques Cardoso

    23/01/2024 at 2:35 pm

    Creio ser uma boa opção visto que o jurista, poderá opinar sobre matérias jurídicas vitais ao funcionamento deste sector público muito importante para o país.

    Espero ainda que, ele reúna acessores competentes para lhe auxiliar no seu dia – dia e não mais juristas, ou seja, traga, Administradores Públicos, Gestores, Politólogos, sociólogos,ou outras áreas do saber.

  2. Onésimo Agostinho

    23/01/2024 at 3:38 pm

    Isto vai de mal a pior

  3. Henriques Jorge

    24/01/2024 at 1:05 pm

    Sei como é o senhor João Pinto.
    O homem tem competências Jurídicas e Politcas para o Cargo que lhe foi concedido.

  4. Henriques Jorge

    24/01/2024 at 1:09 pm

    Sei como é o Dr João Pinto.
    O homem tem competências Jurídicas, e Políticas para O cargo que lhe foi concedido.

  5. J.M.Quinjango

    24/01/2024 at 7:47 pm

    Num país onde as pessoas são sérias é uma boa opção em apostar no Dr. João Pinto, sugiro que João Pinto trabalhe mais em poder ajudar o presidente a olhar para o bem estar do povo Angolano que tanto sofre em todos aspectos, o que agente viu quando como parlamentar desempenhou as funções de autêntico bajulador,era mais elogios ao presidente que o resto que podia fazer para o desenvolvimento deste país, quando antes me senti sempre envergonhado por Eu ser Malanjino.

  6. Lamar

    25/01/2024 at 6:06 pm

    Como o mundo da voltas
    Ser bajulador neste país tem direito a cargo.
    Isso até dói-me o coração…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas