Connect with us

Destaque

João Miranda dá oito dias para Director acabar com roubos de medicamentos

Published

on

O governador recomendou ao Gabinete Provincial da Saúde para no prazo de oito dias gizar um plano de acção para estancar de maneira radical o furto de medicamentos nas instituições hospitalares, assim como a cobrança ilegal dos serviços prestados aos cidadãos.

“Para o efeito, vai ser necessário o aperfeiçoamento da cadeia de complementariedade institucional: Polícia e Tribunais, por seu turno também despidos das práticas erradas, de todo conhecidas”, frisou.

Para o sector da educação, o governante disse haver várias acções aprovadas que estão por implementar, tendo criticado a deliberada burocracia de certos funcionários com práticas condenáveis ou indignas.

Apelou ao director do Gabinete provincial da Educação a manter conversas permanentes com o sindicato (de professores) para deste colher contribuições valiosas para o bom funcionamento do sector e esvaziar de certos elementos a carga de motivações políticas encobertas nas reivindicações que fazem.

Para a área agrícola, João Miranda advogou a concepção de novas formas de promover o surgimento de cooperativas, implicando de modo directo, sobretudo os administradores comunais.

“As campanhas agrícolas anuais têm que ser regularmente balanceadas e tirar-se o maior proveito da sabedoria popular dos camponeses. É necessário o acompanhamento dos empreendedores do sector, advogando a sua causa junto aos bancos para o bem da diversificação da nossa economia”, pontualizou.

Na cerimónia tomaram posse onze dos doze directores de Gabinetes Provinciais e seis administradores municipais nomeados nesta terça-feira pelo governador do Bengo, João Bernardo de Miranda.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas