Connect with us

Politica

João Lourenço repudia “energicamente” atentados no Sri Lanka

O Presidente da Republica, João Lourenço, repudiou e condenou “energicamente” os “sangrentos atentados” registados domingo no Sri Lanka numa mensagem endereçada ao homólogo cingalês, Maithripala Sirisena, indica uma nota da Casa Civil do Presidente da República.

Published

on

Na mensagem, o Presidente da Republica indica ter recebido com “profunda dor e pesar” a notícia dos atentados ocorridos, “que causaram inúmeras vítimas entre mortos e feridos”, 290 mortos, segundo os mais recentes dados oficiais.

“O Executivo da República de Angola repudia e condena energicamente esse tipo de atos que atentam contra a vida e a dignidade da pessoa humana. Perante este trágico acontecimento, cumpre-me em nome do Povo e do Executivo angolano, apresentar a Vossa Excelência e ao Governo do Sri Lanka, os nossos sentimentos de solidariedade e as mais profundas condolências, pedindo-Lhe que as estenda aos familiares das vítimas”, pode ler-se no documento.

A capital do país, Colombo, foi alvo de pelo menos cinco explosões: em quatro hotéis de luxo e uma igreja.

Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra no leste do país. A oitava e última explosão teve lugar num complexo de vivendas na zona de Dermatagoda.

As primeiras seis explosões ocorreram “quase em simultâneo”, pelas 08:45 de domingo (03:15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais.

O número de pessoas detidas relacionadas com os ataques, que não foram ainda reivindicados, também aumentou de 13 para 24, disse à agência de notícias francesa France Presse (AFP) o porta-voz da polícia Ruwan Gunasekera.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *