Connect with us

Politica

João Lourenço recomenda saneamento nas embaixadas

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, pediu hoje (23) aos embaixadores um acompanhamento permanente e atento à situação política internacional, para Angola estar à altura de a interpretar e encontrar soluções para os desafios que se colocam a cada momento.

João Lourenço discursava na abertura da 8.ª reunião de embaixadores de Angola no exterior, encontro em que estão a ser abordados aspectos administrativos e financeiros do Ministério das Relações Exteriores.

“Por isso mesmo, é importante que vossas excelências, nos países e nas zonas da vossa actuação, façam a observação criteriosa dos fenómenos que aí ocorrem, para que contribuam com ideias que sirvam de base aos órgãos centrais para formularem políticas adequadas ao momento e que favoreçam o estreitamento dos laços de cooperação, amizade e solidariedade com esses mesmos países”, referiu.

O chefe de Estado destacou as acções a desenvolver em África, para onde deverão convergir os esforços não só para melhorar cada vez mais as relações com os países africanos, mas também para prestar a assistência possível, contribuindo na resolução dos conflitos onde ainda subsistem.

Os conflitos na República Democrática do Congo, na República Centro-Africana, no Burundi e no Sudão do Sul são os que João Lourenço defendeu a necessidade de esforços no sentido de se desenharem soluções políticas e diplomáticas assentes no diálogo, que concorram para o restabelecimento da paz nesses países.

“No caso particular da RDC, até mesmo pelas incidências directas do conflito no nosso país, a República de Angola vai continuar a empenhar-se conjuntamente com outros parceiros regionais e internacionais, no sentido de que o governo do Congo Democrático implemente cabalmente os acordos internamente estabelecidos”, disse João Lourenço, realçando que estes passos serão dados respeitando a soberania do Estado congolês.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *