Connect with us

Politica

João Lourenço defende diálogo como “única via para a resolução de conflitos” no Sudão

Published

on

Durante conversa ao telefone, a partir de Londres, com o Presidente do Conselho Soberano do Sudão, General Abdel Fatah Al-Burhan, o Chefe de Estado, João Lourenço, defendeu o diálogo como “única via para a resolução de conflitos” encorajando as partes desavindas a avançarem para um cessar-fogo.

No telefonema, realizado esta quinta-feira, 05, o Presidente da República abordou a situação prevalecente naquele país de África, “tendo exprimido solidariedade de Angola com o povo sudanês e lamentou as consequências do conflito”, que já atingiu milhares de vidas humanas e a destruição em larga escala de infra-estruturas.

No mesmo telefonema, o líder angolano saudou a iniciativa do presidente Salva Kiir, do Sudão do Sul, visando o diálogo entre o General Abdel Fattah Al-Burhan e o General Mohamed Hamdani Dagalo, que até ao eclodir do conflito assumia as funções de Vice Presidente do Conselho Soberano.

Centenas de pessoas foram mortas e milhares ficaram feridas desde que uma longa luta pelo poder entre o exército sudanês e as Forças paramilitares de Apoio Rápido (RSF) entraram em conflito em 15 de Abril. Contam-se também milhares de deslocados internos e refugiados.

Houve um cessar-fogo para que os países pudessem retirar os seus cidadãos, tendo finalizado na noite de domingo.

Sudão: cessar-fogo para evacuação de estrangeiros termina hoje. Angolanos já em Luanda

Colunistas