Connect with us

Politica

JMPLA: Luíza Damião desafia jovens a primar pelo diálogo

Manuel Camalata

Published

on

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, desafiou, neste sábado, 21, a juventude do seu partido a primar pelo diálogo para a construção de uma sociedade justa, durante o discurso que proferiu no Centro de Conferências de Belas, na actividade do 23 de Novembro, dia da fundação da JMPLA, braço juvenil do partido no poder em Angola.

A número dois do partido dos “camaradas” desafiou os jovens da “J” a continuarem a construir espaços de diálogo construtivo, de debate de ideias saudáveis na sociedade angolana, nos bairros, nas escolas, através das praxes académicas, nas placas, no ciclo de amigos e amigas com respeito, tolerância, serenidade, atacando os problemas e não as pessoas.

“Quando atacamos o outro, quando ofendemos ou adjectivamos o outro, perdemos o essencial e a essência, principalmente, a capacidade de apresentarmos soluções para a construção do nosso futuro”, disse, acrescentando que “a juventude angolana é exemplar e ama o seu país e os seus símbolos”, por se mostrar “dotada de civismo, inteligência e responsabilidade”.

“Somos todos convocados a trabalhar e dialogar com racionalidade e ética, alicerçada na cultura, engajando a juventude na materialização dos seus desejos que, dentre várias preocupações, está ávida no acesso à educação, emprego, habitação, em suma, numa vida melhor”, referiu, reconhecendo serem exigências legítimas pela juventude, apesar do “cenário complexo de crises económicas e financeiras e agora de saúde pública que desafia os governos e as sociedades”, com impacto, “especialmente, na realização das demandas dos jovens, quer seja na sua forma de socialização, ou na relação que estabelecem com a educação e o trabalho, no seu modo de vida, na sua participação no desenvolvimento das suas localidades, do País e nas suas respectivas perspectivas”.

Luísa Damião exortou ainda a juventude da JMPLA a desafiar-se em atingir patamares de excelência para servir o povo angolano, tendo saudado o “facto da JMPLA continuar a afirmar-se como forte esteio do MPLA e peça fundamental para a sensibilização e mobilização dos jovens em prol das diversas actividades conducentes ao progresso e desenvolvimento do país”.

Às jovens mulheres a vice-presidente do partido encorajou-as a não perder o foco e a abraçarem o profissionalismo, o mérito e a competência. “Coloquem sempre o vosso talento e saber em tudo o que fizerem e nunca prescindam dos valores como a humildade, a solidariedade, a tolerância e o respeito” disse.

Sobre a pandemia da covid-19, relembrou que o país vive momentos difíceis que exige sacrifícios de todos, tendo, por outro lado, pedido confiança e esperança no MPLA, pelo que “repudiamos categoricamente o aproveitamento político da crise económico-financeira agravada pela pandemia da covid-19”, apelando a rejeitar o discurso do ódio e da divisão dos angolanos, com vista à preservação da paz e da democracia como valores inalienáveis do povo angolano.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (79)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD