Connect with us

Mundo

Itália recupera mais 12 cadáveres de migrantes que tentavam chegar à Europa

Published

on

A guarda costeira italiana anunciou esta sexta-feira, 21, que recuperou mais doze cadáveres no mar Jónico, no seguimento do naufrágio de um barco com dezenas de migrantes a mais de 200 quilómetros da costa de Calábria, no sul de Itália.

De acordo com o comunicado citado pela agência espanhola de notícias, a EFE, as operações de busca vão continuar recorrendo, para além do barco ‘Datillo’, a um avião e outras aeronaves que estão a sobrevoar a região, coordenadas pelo Centro Secundário de Salvamento Marítimo da região de Calábria.

Os migrantes partiram da Turquia, de acordo com as autoridades italianas, que afirmam que os sobreviventes dão conta da existência de pelo menos mais 65 desaparecidos no naufrágio.

A confirmar-se este número, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) afirmaram que o total de pessoas que morreram, só este ano, chegou às oito centenas, o que equivale a dizer que todos os dias morrem cinco pessoas a tentar atravessar o Mediterrâneo.